Jovens

União Central Brasileira

Novo Conceito Culto Jovem

Culto Jovem

Quando falamos de culto jovem temos que associá-lo com adoração. Um culto é uma adoração a Deus, e isto deve nos levar a entender que devemos ter uma visão diferente quando O adoramos.
A clara compreensão do conceito de adoração e seu verdadeiro significado são essenciais ao Ministério Jovem. Adorar a Deus é a motivação do verdadeiro culto. Adoração não significa meramente estar na igreja. O exercício religioso do culto consiste em aprender a viver na presença de Deus e a integrar na vida diária o que se aprendeu na igreja.

Reuniões de companheirismo, de louvor e sociais de forma nenhuma deverão substituir o verdadeiro culto, que é, ao mesmo tempo, contemplação, admiração e reconhecimento da grandeza do Criador.
O Senhor deixou, através da inspiração, luz suficiente para que, a despeito de idade ou cultura, a genuína adoração possa ser reconhecida e praticada. Note o que diz o livro Testemunhos Seletos, vol. II, págs. 251 e 252:
“Nossas reuniões devem oferecer o maior interesse possível. Deve imperar ali a própria atmosfera do Céu. As orações e discursos não devem ser prolixos e enfadonhos, apenas para encher o tempo. Todos devem espontaneamente e com pontualidade contribuir com sua parte e, esgotada a hora, a reunião deve ser pontualmente encerrada. Deste modo será conservado vivo o interesse. Nisto está o culto agradável a Deus. Seu culto deve ser interessante e atraente, não se permitindo que degenere em formalidade insípida. Devemos dia a dia, hora a hora, minuto a minuto viver para Cristo; então Ele habitará em nosso coração e, ao nos reunirmos, Seu amor em nós será como uma fonte no deserto, que a todos refrigera, incutindo nas almas esmorecidas um desejo ardente de sorver da água da vida.”

A chave da adoração na igreja

Contrariando a crença popular, não existe uma igreja de ontem, e nem uma de amanhã; somente a igreja de hoje, onde jovens e idosos comparecem juntos para adorar e servir ao Senhor. Essa junção de todos representa a chave da adoração.
Ordem e informação são essenciais e todos os que se envolvem no Culto Jovem devem estar conscientes daquilo que está ocorrendo, para que a reunião transcorra sem sobressaltos.

Jovens devem participar das reuniões. É de responsabilidade do líder de jovens ajudá-los a compreender que sempre que as portas da igreja se abrem, há a oportunidade de adoração, tanto na Escola Sabatina, no Culto Divino, nos encontros evangelísticos, nas reuniões de oração, além do próprio Culto Jovem.
Adorar é igual doar. Acima de quaisquer ofertas que possamos trazer, coisa alguma é mais importante que a doação de nós mesmos. Nosso amor por nosso Autor fará com que nos doemos a Ele, em verdadeira adoração, permitindo-Lhe assumir o controle do nosso ser.

Adorar a Deus é algo que requer o preparo da pessoa antes que ela compareça ao local de culto, e os passos essenciais para esse preparo são o arrependimento e a confissão. Isto abre o coração à influência do Espírito Santo, ajudando o adorador a tomar mais clara consciência da presença de Deus. A reconciliação de nossas diferenças tornará a adoração uma experiência viva, estimulando o espírito de amor, paz e harmonia.
Se a busca de orientação divina é importante para as nossas atividades do dia-a-dia, o que se dirá então de quem tem a responsabilidade de organizar os cultos jovens da igreja? É por isso que é importante praticar o plano de devoção matinal: oração, estudo da Bíblia e meditação.

De tempos em tempos precisamos ter uma revitalização, porque é possível que as atividades caiam em rotinas e isto leve a perder os objetivos. Principalmente as atividades espirituais necessitam de constantes lembretes para não perder a essência e o verdadeiro sentido. Quando fazemos as coisas com mais simplicidade elas tendem a se fortalecer, porque não é necessário que se gaste tempo para criar um programa, mas sim para ter simplicidade e constância, e percorrer os itens que compõem um culto jovem.

Um culto simples precisar ter louvor, intercessão, testemunho e mensagem. O culto é uma reunião dedicada à adoração e louvor a Deus, mediante o canto e testemunhos pessoais dos fiéis, oração e mensagem. Ellen White diz em seu livro Testemunhos Seletos Vol. 2 Pág. 193, dizendo: “Os cânticos de louvor, a oração, a palavra ministrada pelos embaixadores do Senhor, são meios que Deus proveu para preparar um povo para a assembleia lá do alto…”
Com intuito de fortalecer o culto jovem, a Divisão Sul-Americana tomou um voto de fortalecimento das atividades do culto jovem, que está a seguir:

VOTO PARA CULTO JOVEM – DSA

De acordo com o Manual da Igreja, o “objetivo do culto é adorar a Deus por Sua obra criadora e pelos benefícios de Sua salvação; compreender Sua Palavra, Seus ensinos e desígnios; comungar uns com os outros em fé e amor; testemunhar de nossa fé pessoal no sacrifício expiatório de Cristo na cruz e aprender como cumprir a comissão evangélica de fazer discípulos” (Mt 28:19, 20).
Sem dúvida, todo crente necessita de comunhão com os membros da família da fé, pois a Palavra de Deus diz: “não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns” (Hb 10:25). Esta necessidade se aplica principalmente aos jovens, que vivem diante das seduções e tentações do presente século.
Com o objetivo de fortalecer este culto jovem, abordaremos alguns fatores que tem impedido o culto jovem de cumprir seu papel, abençoando a igreja e principalmente a juventude.

Considerando:

  • Que a juventude precisa ter um culto que retrate sua realidade cujo conteúdo possa apoiá-la diante de suas lutas e desafios;
  • Que as muitas atividades como trabalho missionário, comissões e reuniões administrativas, concorrem com o culto jovem tendo-o enfraquecido;
  • A importância de reafirmar um dia e hora, para fortalecer a programação;
  • O desafio de ter a presença dos líderes da igreja local no culto jovem;
  • Que a iniciativa de fortalecer o culto jovem precisa ter o engajamento de todos os líderes da igreja.
  • Que o formato atual do culto jovem não está conseguindo atrair a maioria dos jovens;
  • Que ao longo do tempo, este culto já teve distintos nomes como programa, MV, Liga dos jovens, Encontro Jovem ou simplesmente JA, o que revela tentativas de se adequar a linguagem e formato;
  • Que as redes sociais têm promovido grandes mudanças de comportamento social dos jovens;

Propomos que:

  • Tenhamos a reafirmação do culto jovem como um programa importante para a vida espiritual da Igreja e que haja apoio e participação da Igreja para resgatar esse ideal;
  • Que o Culto Jovem aconteça nas tardes de sábado e que no mesmo horário não haja concorrência de outras atividades oficiais da Igreja;
  • Que a liderança da igreja local e seu pastor estejam presentes no Culto Jovem;
  • Que o lançamento do novo formato do Culto Jovem, seja no dia 08 de fevereiro 2014 pelo canal executivo com transmissão via satélite;
  • Que em 2014 haja capacitação para o diretor jovem da igreja local, através de cursos e encontros de liderança;
  • Que o formato do Culto priorize quatro elementos: Louvor, Intercessão, Testemunho e Mensagem;
  • Culto Jovem seja o nome deste programa;
  • A revista Ação Jovem e outros materiais promoverão este novo formato ajudando o diretor local a se adaptar às novas necessidades;
  • Que as redes sociais potencializem a divulgação e incentivem o debate antecipado dos temas de cada sábado.

Com esse apoio da liderança da igreja, você, líder jovem, pode abraçar essa ideia e promover em sua igreja um Culto Jovem inspirado por Deus e aprovado por Ele. Sendo assim, todos que participarem serão beneficiados e abençoados com este culto. Jovens, idosos, crianças terão um momento marcante para vida espiritual no encontro de sábado à tarde, com louvor, intercessão, testemunho e mensagem. Essa é a nossa e a sua missão!