Jovens

União Central Brasileira

INSTRUÇÕES

O CASO – Em cada estudo contaremos um caso baseado no tema do dia. Os participantes ouvirão a história para, enfim, começar o julgamento.

O JULGAMENTO – ACUSAÇÃO E DEFESA – Em todos os estudos teremos um arquivo com argumentos junto com textos bíblicos, para ajudar a acusação e a defesa.

CONCLUSÃO DO JURI – De acordo com a discussão realizada entre acusação e defesa, deve-se chegar a uma sentença.

ESTUDO DO TEMA – Logo após a leitura do veredicto dos jurados, o responsável deve estudar o tema com os participantes do PG.

SENTENÇA – Na conclusão do estudo a pessoa que estiver dirigindo o PG dará a sentença baseada no que diz a palavra de Deus para aquele caso.

A GRAÇA- Sempre teremos esse quadro da graça no final de cada estudo, com vídeos de apelo, baseado no tema do dia, nos lembrando que Cristo nosso Advogado e Juiz, tem um plano perfeito para nos absolver.

Participantes – Funções

Juiz: Dirige e coordena o andamento do júri.

Advogados de acusação: Escolha quantas pessoas achar necessário. Eles devem apresentar a acusação do caso do dia.

Advogados de defesa: Escolha quantas pessoas achar necessário. Eles devem apresentar a defesa do caso do dia.

Corpo de Jurados: É composto por todos os demais participantes do PG. Eles ouvem todo o processo e a seguir cada um vota: Culpado ou Inocente. A quantidade do corpo de jurados deve ser constituída por um número ímpar de pessoas.

Representante dos Jurados: Escolha uma pessoa entre os Jurados que explicará em pouquíssimas palavras o veredicto dos jurados ao Juiz.

Importante: Lembre a todos que estamos em um julgamento, e eles precisam nesse momento se ater apenas aos fatos apontados pelos advogados.

PASSOS PARA A DINÂMICA NO PG

  1. Coordenador apresenta o assunto e a questão a ser trabalhada;
  2. Orienta os participantes como vai funcionar e divide as funções;
  3. Juiz abre a sessão;
  4. Advogados de acusação acusam o réu ou ré (a questão em pauta);
  5. Advogados de defesa defendem o réu ou a ré;
  6. Os Jurados decidem a sentença: Condenado ou Inocente, eles devem mostrar o seu voto a todos. (Esse momento pode ser falado; usando plaquinhas com o texto: condenado ou inocente, ou mesmo ser escrito em papel, o importante é que os votos precisam de alguma forma serem contabilizados);
  7. Leitura das observações do representante dos Jurados.

Em seguida à esse momento, o responsável pelo estudo do dia deve estudar o tema central com todos, e no final, ele dirá através da bíblia, quem realmente é o culpado, será que o Júri acertou?

Casos

T2E1

A Religião é a causa da violência?

O mundo seria mais pacífico se não houvesse religião? Religião e guerra são dois temas que muitas vezes se cruzam. Desde as Cruzadas em 1095 até hoje em dia, vimos inúmeros conflitos travados em nome da fé. Muitos acreditam que as guerras não explodiriam se não houvesse a religião, outros acreditam que a fé é, na realidade, uma grande promotora da paz, e para outros a guerra e a religião não podem se separar. Será que a religião é causa de violência?